Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

limbos verdes

limbos verdes

novos avistamentos

Actualizado a 27 fevereiro, dia em que encontrei pela primeira vez um grupo de Ophrys bombyliflora, a orquídea zangão - fotografias acima - , e várias Cephalanthera longifolia - fotografias no final do post. São já quatro as espécies que vi pela primeira vez neste 2021.  (o post foi escrito inicialmente a 20 de fevereiro) Esta semana que passou foi incrível, relativamente ao avistamento de orquídeas silvestres. Vi três espécies que nunca tinha visto antes, duas (...)
15 Fev, 2021

Ophrys fusca

  Regressei ao local onde encontrei, pela primeira vez, as  Ophrys fusca, munido da lente macro. Não sei precisar mas demorei vários minutos para perceber onde estavam. Eu, que não sou um entusiasta que falemos com as plantas, dei por mim a chamar por elas - faz-me mais sentido que tentemos ouvi-las, entende-las, antes de tudo. A certo momento, estava pronto a desistir - já convencido que teriam sido comidas por (...)

ou o pelotão de soldados

  Apesar de ter vivido toda a minha infância e adolescência perto delas, e com idas regulares ao campo - não tão atentas como as de hoje, é verdade-, só em 2019, alguns anos depois de ter regressado à vida rural, descobri esta orquídea silvestre. Portanto, neste início de 2021 estou a dar pela presença delas pelo terceiro ano consecutivo, e é cada vez mais fascinante. A divulgação deste grupo de plantas - orquídeas silvestres europeias -, onde 'a gigante das (...)
    2020 começou e terminou com a exuberante Salepeira-grande (Himantoglossum robertianum), a primeira avistada no final de janeiro e a ultima em dezembro. Todas as orquideas silvestres (9) contidas neste post, foram vistas no concelho de Torres Vedras, em locais não cultivados há muito.  A segunda orquídea silvestre avistada: Ophrys tenthredinifera. (29 fevereiro) A Orchis italica, em grandes grupos nas clareiras. É fácil identificar a forma humana nas flores, vejo (...)