Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

limbos verdes

limbos verdes

18 Mai, 2022

notas 10

• da série 'aproximar, puxar a si, aconchegar '  nem sempre consigo a combinação perfeita: sair de casa com vontade de fotografar, num dia sem vento e sem nuvens, para que a 'bengala' que me auxilia a fazer estas imagens funcione. mas vou insistir e tentar captar as flores desta primavera.  • sentir o aroma do jasmim é um céu inteiro: captar a floração abundante deste  jasmim foi um privilégio. não sei se voltarei a encontrar-me com tantas flores de jasmim, ao mesmo (...)
07 Mai, 2022

notas 9

o céu e os sonhos

  • os sonhos: ontem, a meio da tarde, subi ao forte à procura de sementes da 'gigante das orquídeas silvestres'. a primeira a florir e, por isso, a primeira com sementes formadas.  colhi diversos escapes florais que quero espalhar no meu terreno, que fica bem próximo. não sei bem porque razão, mas estes seres verdes, com alguns centímetros de altura, fazem-me sonhar. se perceber que a operação (...)
20 Abr, 2022

notas 8

breve passeio, postais e podcasts

• breve passeio, ontem,  já sem se ver o sol. quando regressei filmei os salgueiros na margem do rio, com pouquíssima luz - vídeo no final. recentemente, um sr da geração do meu pai descreveu-me o rio - e a ribeira - os muitos salgueiros que neles viviam, assim como milhares de peixes de diferentes espécies, na sua infância. várias gerações seguintes que ficaram privadas de viver/conhecer esta realidade. tempo para inverter este percurso, não?   • dos 'postais em (...)
16 Abr, 2022

notas 7

despertar

• raízes - in - visíveis    • a primavera é um período, por excelência,  em que se assiste à celebração da vida pelas aves. um frenesim coreografado/ desenhado no céu uma e outra vez e outra vez e mais uma ... movimentos-puros - que não podem ser evitados    • aproximar, puxar a si, aconchegar    [obrigado 💚]   
18 Mar, 2022

da vida

  [ desde que tomei consciência da doença e inevitável partida da podenga senti que as palavras perderam o sentido, significado, utilidade. para quem, como eu, que tem passado grande parte da vida a interagir com plantas e animais as palavras não serão o fundamental. mas terei de me socorrer delas para fazer este post - apesar de todas as limitações: alguém comunica com as palavras/conceitos interiorizados e alguém escuta a partir de outra experiência de vida, de outra (...)
17 Mar, 2022

5

  [as plantas foram/são  - também- uma forma de me relacionar com os outros. não fazem ideia,  depois destas décadas de vida, a paz que me dá partilhar/comunicar estas imagens. ultrapassa muito todo o gozo dos muitos e diversos arranjos de plantas que fiz durante anos.]
11 Mar, 2022

2 + 2

[ depois destes 2 meses tão exigentes física e emocionalmente está difícil encontrar energia vital para avançar. tenho um conceito  pronto a ganhar forma - construí estrutura para andar comigo pelo campo que irá participar nas múltiplas exposições- mas estes 'corpos' têm de se equilibrar, conectar. entretanto, aqui ficam  4 imagens deste ano e de câmeras diferentes. as primeiras são uma experiência com rolo lomochrome purple ]      
06 Mar, 2022

corações

para ti

  nestes últimos 2meses, desde que soubemos o que se passava contigo, não voltaste a torres. a tua fragilidade era tal que não tinha sentido andares de um lado para o outro. passei a visitar-te de 2 em 2 dias, em lisboa. nessas visitas a consciência que nos estávamos a despedir, deste encontro tão feliz que foi o nosso. tentei - mas nem sempre consegui - evitar que notasses o meu sofrimento. foram meses de sofrimento sim, mas também de paz e de amor. aliás, a tua médica (...)

querida

deixar aqui umas palavras para homenagear a minha querida Rachel. não quero falar da doença que a levou nem destes  2 últimos meses em que a senti a fugir desta forma física...  não sei bem quanto assumimos o compromisso que nos uniu para sempre. não foram necessárias palavras nem papéis assinados.  fiquei preso ao olhar dela quando a vi pela pela primeira vez. os restantes irmãos já tinham sido adoptados. a ideia de dormir sozinha naquela box naquela instituição (...)